O programa Empreender surgiu em Santa Catarina no ano de 1991 em meio a um contexto no qual a sobrevivência das empresas, principalmente as de pequeno porte, era um fator de preocupação para o governo e para entidades financeiras e de apoio empresarial no Brasil.

Portanto, apareceu a necessidade de buscar alternativas efetivas para os empreendedores e profissionais que trabalhavam com esse setor da sociedade.

Assim, elevar a competitividade, e, consequentemente a sobrevivência das Micros e Pequenas Empresas, é o objetivo principal do Empreender, um programa que busca incentivar a busca de novos mercados e tecnologias, sensibilizar os empresários para adoção de posturas frente aos desafios atuais e futuros e desenvolver lideranças empresariais. De iniciativa da CACB, em parceria com o Sebrae, o programa está presente em todas as unidades federativas e visa o fortalecimento da micro e pequena empresa ao reunir empresários de um mesmo município nos chamados núcleos setoriais, que são grupos de empresários de um mesmo segmento que se reúnem periodicamente.

O Empreender veio para o Rio Grande do Norte em 2002 com a abertura do Núcleo de Automecânica. Na primeira fase da execução do programa foram atendidos 70 núcleos setoriais abrangendo 1000 médias e pequenas empresas (MPE’s) e com mais de 3000 mil pessoas atingidas direta e indiretamente em 10 municípios do Estado.

O empreender no RN já conta com 49 núcleos setoriais sendo trabalhados, através de 12 consultores; 360 MPE’s atendidas em 16 municípios (Apodi, Caicó, Currais Novos, Cruzeta, Felipe Guerra, Florânia, Mossoró, Natal Pau dos Ferros, Santa Cruz, Tibau, Parnamirim, Assu, Marcelino Vieira, Tenente Ananias e Pilões).

No Rio Grande do Norte o Empreender atua com segmentos do comércio, serviços, indústria, agronegócios. O programa pode atender também demandas espontâneas em organizações como redes, cooperativas, associações, e etc.

Atualmente os núcleos setoriais do RN estão atendendo os segmentos de Beleza, Artesanato, Fotografia, Pet Shop, Quiosques da Praia de Ponta Negra, Automecânicas, Ateliês de Costura, Informática, Marcenaria, Estética, Moda e Acessórios, Alimentação, Hospedagem, Moto Peças, Postos de Lavagem, Meios de Turísticos, entre outros.

O Empreender é responsável por grande parte dos surgimentos das redes em todo RN como: a RN Auto Center, a Unilar, a Construrn, a RedeCon, a Rede Oeste de supermercados, a Rede Seridó, a RedePet, os Parceiros da Economia, a Unisuper e outras mais que tiveram o Empreender como base de trabalho.

Diante da importância do programa, a Federação das Associações Comerciais do RN (FACERN) tem investido no Empreender, que vive uma ótima fase com a busca de novas parcerias, já que o programa é um impulsionador das micro e pequenas empresas no Estado.

Dentre as parcerias firmadas pela FACERN, está a com o Sebrae/RN, que possibilita a atuação da coordenadora estadual do Empreender, Adriana Freire, "inloco", acompanhando, monitorando e o mais importante, dando suporte aos consultores do projeto, na definição das estratégias de O surgimento do programa Micro Empreendedor Individual (MEI), que formaliza os profissionais que trabalham por conta própria no comércio, na indústria e na prestação de serviço, e têm faturamento anual de até R$ 60 mil, abre novas possibilidades de mercados para a atuação do Empreender.


Voltar